• Álisson Bomfim

Atividade x Exercício Físico, qual a diferença?

O que a OMS recomenda em 2021 nas práticas esportivas e novos hábitos?


Feliz ano novo! Sim, o tão esperado 2021 chegou (e janeiro já acabando), ou na realidade o fim de 2020. Junto com a passagem do ano veio aquela esperança, desejos, promessas de que faremos um ano completamente diferente independente dos objetivos e desejos de cada um.


E uma das promessas e desejo que devem estar entre as mais realizadas é o de se tornar fitness ou no mínimo iniciar esse projeto de mudança de hábitos. Todos os anos corremos atrás do tão esperado “shape, bumbum na nuca e a barriga tanquinho”, mas, para isso devemos deixar de lado os comportamentos sedentários e incluir cada vez mais as atividades e exercícios físicos em nossa rotina.


Mas, atividade física é igual ao exercício físico? Não. Teoricamente possuem suas diferenças, porém ambos são benéficos e contribuem para uma melhor qualidade de vida.


Atividade física: contempla qualquer movimentação realizada de forma consciente pelo seu corpo e as suas AVD’s – Atividades de Vida Diária (andar, correr, subir escadas, trabalhar, cuidados pessoais) onde representam sua total independência funcional.


Exercício físico: são movimentos e/ou até mesmo atividades executadas de forma planejada e sequenciada que buscam objetivos concretos, sejam eles ligados à saúde (prevenção de doenças sistêmicas e crônicas), estética e performance (atletas profissionais das mais diversas modalidades esportivas).



Diante desse momento de um novo normal para nossas vidas, a Organização Mundial de Saúde – OMS (órgão que norteia e respalda ações, estratégias, leis e outros em relação a saúde em todas as esferas da população mundial) atualizou em 2020 suas diretrizes para atividades físicas. Onde recomenda que:


  • Crianças e adolescentes (5 a 17 anos) - façam ao menos 60 minutos por dia de atividade física, com intensidade moderada a vigorosa. E pelo menos em 3 desses dias sejam incorporadas atividades que contribuam no fortalecimento de músculos e ossos;


  • Adultos (18 a 65 anos) - façam atividade física moderada de 150 a 300 minutos ou de 75 a 150 minutos de atividade física intensa semanal, quando não houver contraindicação;


  • Idosos (mais de 65 anos) - devem ser o mais ativo possível, maior nível de independência que a sua capacidade funcional o permita. Tendo um bom estado de saúde as recomendações tornam-se parecidas, com uma ênfase maior em algumas valências como equilíbrio e força que irão impactar diretamente e positivamente na sua capacidade funcional e prevenção de quedas;


  • Mulheres grávidas ou no pós-parto - Ao menos 150 minutos de atividade física de intensidade moderada semanalmente, enfatizando em suas práticas atividades aeróbicas, fortalecimento muscular e alongamentos.


Vale ressaltar que as recomendações também são para indivíduos de qualquer grupo com algum tipo de restrição. Devendo estar atento e iniciar com menor periodicidade.



Muitas vezes é complicado alterar e/ou implementar uma nova rotina com hábitos mais saudáveis. E aí vem a minha dica: Tente começar alterando as suas tarefas no momento de lazer, não escolha todas as vezes por atividades que lhe prendam no comportamento sedentário como está sentado por horas maratonando séries, jogos online no PC e celular e até mesmo brincar com as crianças sentados ou deitados. Escolha atividades em áreas abertas, caminhadas ao ar livre, cultivar plantas, passear com seus pets, levar os filhos para brincar em outras áreas antes não visitadas próximo a residência, apresentar a eles as suas brincadeiras de infância.


Lembre-se que o exercício físico é o melhor remédio para a nossa saúde, agindo na maioria das vezes como uma medicina preventiva e como tudo em nossas vidas se for utilizado de forma segura, consciente e lúdica iremos potencializar nossa qualidade de vida e melhorar o nosso estado mental.


Quer comprar na internet com desconto? Clique aqui



Álisson Bomfim

Fisioterapeuta da FUBE- Federação Universitária Baiana de Esporte

Fisioterapeuta do Hospital Municipal de Salvador;

Atleta profissional de Taekwondo e Mestre 4° Dan de Taekwondo

Seleção brasileira de Taekwondo em 2017; Campeão brasileiro e da copa do brasil de taekwondo; Titular da seleção baiana desde 2008.


Além de tudo isso o cara ainda faz lives entrevistando grandes esportistas e ex-atletas através das redes sociais. E tem mais viu, é um incentivador por natureza e um ótimo amigo para te aconselhar quando estiver precisando de alguma Luz. (descrição da equipe Elefante Marinho).


#saude #esporte #atletas #taekwondo #corredorderua #fisioterapiaesportiva #homeoffice


Boas vindas!!!