• Equipe Elefante Marinho

A Regra é Não Ter Regras: NETFLIX

A História e cultura de reinvenção dentro da empresa Netflix

Primeiro livro escrito pelo CEO da Netflix conta os bastidores da cultura da empresa.

A Netflix foi fundada por Reed Hastings e Marc Randolph em 1997. Exatamente isso que você leu, 1997. Se você achava que a Netflix era uma empresa de 2007, saiba que só 10 anos depois de sua fundação, se iniciou o sistema de streaming (a forma como você assiste filmes hoje em Disney+, Prime Video e na própria Netflix). E em 2010 a empresa começa a expandir para o mercado internacional oferecendo também para o Canadá.


No inicio, a empresa trabalhava com locação de filmes, mas um ano mais tarde o serviço passou a oferecer entrega de DVDs pelos Correios através do site da companhia. Isso já era inovação para a época, mas a tornou oficialmente rival da Blockbuster (maior empresa de locação de filmes dos anos 90) e na época o serviço de assinatura de envios de DVDs por correio chegou a 300 mil assinantes nos EUA.

Várias outras empresas podem imitar, em quem sabe até ultrapassar, Mas nunca houve uma empresa como a Netflix, que tem uma história única no setor que ocupa. As outras empresas acompanharam ela, que era um serviço de locação de DVDs por correio desacreditada, e se tornou uma superpotência de streaming, em vinte anos a companhia se tornou um dos principais nomes das indústrias de entretenimento do mundo.


Algumas empresas fecharam enquanto a Netflix reinventava as formas de consumir filmes, e outras a acompanharam pois ela com certeza ditou uma tendência de mercado.

Cupons de desconto: Clique aqui


Com mais de 180 milhões de assinantes em 190 países e uma receita anual de bilhões de dólares, a Netflix causou uma verdadeira revolução com sua filosofia corporativa nada convencional. Cofundador, presidente e CEO da empresa, Reed Hastings se une à especialista no mundo dos negócios Erin Meyer para falar pela primeira vez, em forma de um livro, sobre a cultura que transformou a marca em um exemplo inigualável de criatividade e adaptação.

A partir de centenas de entrevistas com funcionários da Netflix e relatos nunca antes compartilhados, Hastings explica como seus princípios controversos fizeram da Netflix um exemplo de inovação e sucesso global. Uma obra fascinante sobre uma empresa que desafiou tradições e expectativas e dominou as premiações do cinema e da TV, além do imaginário de milhões de pessoas, uma tela por vez.


E hoje você pode até acreditar que "a Netflix está ficando para trás" mas não é verdade. Inclusive mesmo a pandemia tendo potencializado o consumo desse tipo de serviço, dando espaço para outras empresas do segmento investirem e crescerem para competir, a pioneira continua no topo. Em busca de entender a presença do segmento de streaming nas lojas de aplicativos, a empresa Elife analisou 120 mil comentários do Google Play e iOS no período de janeiro a maio de 2021. Para o estudo, foram consideradas 6 marcas: Netflix, Amazon Prime, Disney +, Telecine, Globoplay e HBO GO. Seguem as pesquisas atuais:


Quer cupons de descontos grátis? Clique aqui agora


E desde o inicio da pandemia, os números começam a ficar claros: de acordo com pesquisa da Kantar IBOPE Media, 58% dos usuários de internet disseram que viram mais vídeo e TV online em streaming pago durante os períodos de isolamento.


E em 2021 recentemente a Globoplay ultrapassou a Netflix no Brasil em número de assinantes, contabilizando 30 milhões de usuários. Enquanto a Netflix no Brasil conta com com mais de 20 milhões. Lembrando que apesar da desaceleração do crescimento da Netflix no mundo inteiro (com a chegada de vários concorrentes e perda de direitos de reprodução de conteúdos de terceiros), mundialmente a empresa ultrapassou em janeiro de 2021 a marca de 200 milhões de assinantes, cumprindo assim a missão proposta pela empresa de entreter o mundo. Claro que como a Globo tem a maior audiência da TV brasileira, o maior portal de noticias com maior trafego de dados da internet nacional, não seria difícil fazer uma divulgação massiva para o brasileiro que encontra no Globoplay tudo que encontra nos canais do grupo globo.


Mas e ai, até quando você acha que a Netflix conseguirá se reinventar, inovar e surpreender nacionalmente ou mundialmente? Quem você acredita ser um grande candidato a um dia destronar a pioneira a nível mundial?? Comente.


Você sabia que dá para assistir o Prime Video da Amazon por 9,90R$ ao mês? Essa é uma das estratégia da empresa para ganhar cada vez mais espaço. Já o Disney+ custa 27,90R$/mês e a Netflix os planos variam de R$21,90 a R$45,90 por mês. O plano mais básico mensal do Globoplay é de R$ 22,90 (valores do dia 14/07/2021).


Em queda ou não, com concorrente ou não, a empresa Netflix projeta receita de US$ 7,1 bilhões no ano de 2021.

Leia o livro: A Regra é Não Ter Regras: A Netflix e a Cultura da Reinvenção

Fontes: Forbes, Elife, Netflix, Wikipedia, Kantar IBOPE Media



gif

Quer cupons de descontos grátis? Clique aqui agora


Boas vindas!!!